menu
MENU

Blog de Marketing Digital

Conteúdo sem enrolação e teorias. Comprovado na prática.
Antecipe seu conhecimento e
receba os destaques por e-mail


    SPIN Selling: metodologia que te ajuda a vender serviços de Marketing Digital

    Algumas táticas precisam ser utilizadas na hora de vender e a SPIN Selling pode ser um grande diferencial para sua empresa fechar vendas melhores.

    Caso deseje saber mais profundamente sobre a técnica SPIN Selling, entre em contato com um profissional da Prospecta Digital e veja como a metodologia aplicada corretamente pode alavancar suas vendas.

    O que é SPIN Selling?

    Surgida em 1980, mas essencial para os negócios no mundo todo até os dias de hoje para estimular empresas a conquistarem mais clientes. Desenvolvida por Neil Rackham, a metodologia do SPIN Selling.

    O SPIN Selling é uma metodologia que traz orientações sobre quais são as perguntas certas de se fazer em um processo comercial para aumentar as taxas de vendas, baseadas em quatro palavras. Elas vão definir seu prospect potencial:

    • Situação
    • Problema
    • Implicação
    • Necessidade

    Como aplicar SPIN Selling?

    Você pode aplicar o Spin Selling com perguntas de situação, utilizando dados e fatos sobre a situação do cliente. As perguntas de problemas tem como foco a dor do cliente, ou seja, identificar o problema.

    Perguntas de implicação são feitas para gerar um senso de urgência e solução do cliente. Já as demais perguntas são ficadas em demonstrar que você pode solucionar a dor do cliente.

    Quer mais vendas de qualidade?

    Neste texto, a Prospecta Digital te dá dicas de como expandir sua carteira de clientes filtrando apenas aqueles que possuem perfil de consumo no seu setor. Como? Através da aplicação da ferramenta de vendas SPIN Selling.

    Preparamos na sequencia, um resumo sobre vendas através da metodologia SPIN Selling.

    Bons negócios!

    SPIN Selling: situação, problema, implicação e necessidade

    Lembre-se: essa metodologia é baseada em fundamentos científicos, fidedigna ao proporcionar resultados mais certeiros nos vendas.

    Briefing X SPIN Selling

    Muitas vezes, a causa dessa dificuldade da conversão da venda está nos erros cometidos durante o processo, em especial no briefing — etapa investigativa fundamental para diagnosticar a criação de uma proposta que resolva o problema do prospect.

    Nesta etapa, podemos evitar alguns erros: mandar um questionário por e-mail ou querer fechar a venda durante o briefing, por exemplo. Isso ocasionar consequências terríveis que prejudicam o processo comercial.

     

    A seguir, confira como unir o SPIN Selling ao briefing para conquistar mais clientes:

    • 1º passo: Faça perguntas de situação (S) para entender o contexto que levou o cliente a solicitar uma proposta

    As perguntas de situação levantam informações sobre o modelo de negócio, a performance da estratégia digital e o poder de decisão ou influência da pessoa que está em contato com a agência;

    Fique atento! Esses tipos de perguntas funcionam bem para novos clientes. Se o prospect já é  cliente da agência e está solicitando um upgrade de serviço, faça um rápido rapport inicial e vá logo para as perguntas de problema, ideais para entender as dores e necessidades dele.

    • 2º passo: Não se engane: sintomas são apenas sintomas; descubra as causas reais com perguntas de problema (P) baseado na técnica SPIN Selling

    O que você faria se uma empresa solicitasse um plano de social media para aumentar as vendas? A resposta seria apresentar uma proposta comercial de gestão de redes sociais? Errado!

    Existe a possibilidade de este cliente apenas estar manifestando um sintoma de uma dor que é mais profunda.

    Por isso, perguntar por que ele acredita que a gestão de redes sociais vai aumentar as vendas da empresa ajuda no diagnóstico.

    Aqui, faça  perguntas fechadas seguidas de perguntas abertas para deixar o prospect falar.

    • 3º Faça o prospect dizer os impactos negativos para a empresa caso o problema não seja solucionado, com perguntas de implicação (I)

    Você já sabe que o prospect necessita. Mesmo assim, não apresse-se em apresentar soluções. Continuar fazendo perguntas, mas agora a intenção de desenvolver ainda mais as necessidades da empresa.

    Neste momento, você deve “meter o dedo na ferida” e pressionar, para intensificar a dor do seu prospect.

    Ao fazer as perguntas de implicação, provocamos senso de urgência

    Veja este roteiro de perguntas como exemplo:

    • o que você fez no último ano para vender mais?
    • e qual foi o resultado? (Pergunta de implicação)
    • quantas vendas você fez por estes dois canais? (Pergunta de problema)
    • e qual o ticket médio da sua empresa? (Pergunta de problema)
    • então no último ano você investiu 27 mil reais para gerar boas oportunidades, mas ainda não conseguiu realizar nenhuma venda? (Pergunta fechada de implicação)
    • Agência: e o que você acha disso?
    • falando sobre a lista com 500 contatos interessados. Como você aborda essas pessoas? (Pergunta de problema)
    • duas pessoas? 250 contatos por pessoa parece um volume interessante. Com quantos eles já conseguiram falar? (Pergunta de problema)
    • é um número interessante. Quanto pessoas eles conseguem abordar por dia? (Pergunta aberta de problema)
    • e qual o impacto disso na sua operação, considerando que vocês tem dois vendedores? (Pergunta de implicação)

    Com cuidado para não gerar pessimismo. Abra caminho para a solução.

    • 4º Chegou a hora de gerar expectativa no cliente sobre como solucionar o problema: para isso, faça perguntas de necessidade (N)

    O briefing te ajudou a descobriu o contexto, o problema da empresa e os impactos gerados na operação. Porém, falta uma das tarefas mais decisivas: gerar senso de urgência e expectativa para a solução.

    Veja o roteiro exemplo que criamos para ilustrar essa etapa:

    • e qual o impacto disso na sua operação, considerando que vocês têm dois vendedores? (Pergunta de implicação)
    • e se em vez de perder tempo tentando encontrar e qualificar pessoas, os seus dois contatos comerciais recebessem contatos já qualificados, com informações relevantes e atuais de contato e interesse sobre o seu produto? (Pergunta de necessidade)
    • e você gostaria de ver isso em uma proposta?
    • e quando você quer que seu vendedores recebam contatos mais quentes e qualificados, para que a rotina deles seja mais produtiva? (Pergunta de necessidade)
    • se eu fizer uma proposta de marketing para sua empresa, na qual todos os meses fossem entregue aos seus vendedores contatos qualificados a partir do seu próprio canal digital, nós conseguimos apresentar a solução para você e seus diretores na próxima semana? (Alinhamento da solução)

    Terminou o diagnóstico obtido através da metodologia SPIN Selling? Prontinho.

    Pronta sua proposta comercial de sucesso!

    Leia mais
    26 de March de 2021

    COMO VENDER MAIS INVESTINDO POUCO NA INTERNET

    Vender mais utilizando o mundo digital? Vamos dar dicas de como utilizar estratégias que farão você economizar e ter crescimento orgânico.

    Bora lá? 

    O vender mais no digital ganhou proporção com a crescente democratização do acesso à Internet. Por isso, mais pessoas estão buscando empreender e vender online graças às comodidades que ela oferece e o baixo investimento que o ambiente digital exige.

    As técnicas de vendas devem ser aplicadas estrategicamente para atrair e convencer o visitante até que ele conclua a compra. Isso fará com que sua marca decole rapidamente, assim como a venda dos seus produtos ou serviços.

    Como a maioria das pessoas ainda tem dificuldades para vender no universo online, o que pode acabar os negócios em geral, preparamos esse artigo especialmente para você.

    Aqui você vai mais sobre como gastar menos e atingir a maiores taxas de conversão e fidelização possíveis.

     

    1º passo: Plano de Negócios. Ações para vender mais

    Para vender mais é preciso de um planejamento digital efetivo, e só assim você começará seu projeto digital com o pé direito.

    Com ele, você vai entender melhor o mercado que deseja investir, estudar o comportamento dos clientes em potencial, e se preparar para as diversas situações.

    Traçar planos é o caminho mais certeiro para vender mais na internet. Não tente vender tudo para todos. Isso fará você perder tempo e dinheiro. Seja mais assertivo.

    2º passo: Escolha um Nicho para vender mais

    Hoje, a internet abrange variedade de pessoas com os mais variados interesses.

    Por isso, apostar em nichos de mercado é essencial para ter sucesso, já que hoje as pessoas buscam mais por personalização e por produtos e serviços específicos.

    Quem atende às expectativas sai na frente. Se possível, trabalhe com “sub-mercados” ou nichos. Eles possuem várias oportunidades para vender ou empreender.

    3º passo: Defina sua Persona

    Escolhido o seu nicho de atuação, você já consegue fazer uma ideia de quem será o seu público.

    Para vender qualquer produto ou serviço com estratégias digitais mais assertivas e baratas, você precisa conhecer profundamente os seus possíveis clientes.

    Criar uma persona é uma excelente forma de traçar estratégias eficazes de marketing e vendas, aumentando seus lucros.

    Para montar esse perfil ou a sua persona, você deve analisar profundamente os seus clientes e possíveis clientes e responder a uma série de perguntas como:

    • Qual a idade dessas pessoas;
    • Quais são seus interesses, problemas e necessidades;
    • Do que seus prospects gostam ou não;
    • Em quais redes sociais eles estão;
    • O que elas consomem em termos de conteúdo e etc.

    Para criar uma persona, indicamos que você dê leia este artigo, produzido por especialistas da Prospecta Digtal.

    Aqui, você encontra um passo a passo básico para montar o perfil de seu cliente ideal e alcançar mais vendas.

    4º passo: Planejamento de Logística

    Após optar por um nicho e definir a da persona do seu negócio, é importante garantir que suas vendas sejam planejadas.

    Você precisa pensar no funcionamento de todas as etapas da jornada de vendas, aplicando as estratégias assertivas.

    5º passo: Plano de Marketing

    Analise as seguintes perguntas:

    • Como meu potencial cliente será atraído até meu site?
    • Vai investir em conteúdo inteligente e montar um blog para trabalhar juntos às redes sociais?
    • Quais redes eu deseja utilizar? Qual sua verba para investir em anúncios?

    Respondidas estas questões, sua estratégia pode contar com a com captação de leads, oferecer uma oferta especial para o visitante, ou e-book, entre outros.

    6ª passo: Concretização de uma venda

    Nesta altura, você precisa definir qual o processo de concretização de uma venda.

    Aqui, algumas perguntas também devem ser respondidas:

    • Será necessário que o cliente em potencial fale com um vendedor ou ele comprará direto pelo site?
    • Quais as formas de pagamento aceitas?
    • Como esse pagamento será efetuado?
    • Depois da venda realizada, qual será o prazo de entrega?

    Lembre-se: deixe todos esses os pontos bem claros, para evitar lacunas e reclamações.

    7º passo: Pós-vendas te ajuda a vender mais, sabia?

    Esse é um processo ainda é bastante negligenciado, mas, muito importante para fidelizar clientes e gerar uma demanda recorrente de seus produtos, conteúdos ou serviços.

    Depois da compra, você deve implantar um sistema de feedbacks, disponibilizar tutoriais ou manuais de boas práticas para que o cliente use melhor o que você vendeu é a dica.

    Manter contato com o consumidor após a vender pode ser mais eficiente e rentável que investir em campanhas de aquisição.

    Lembrando que: uma coisa não exclui a outra, as duas são importantes, porém, você não pode negligenciar um e focar apenas na outra

    Isso estreitará seu relacionamento com o cliente.

    8º passo: Registre 

    Registrar o que foi estabelecido é extremamente importante para o sucesso com as vendas online, sem que haja nenhuma surpresa durante seu processo digital.

    Vender mais gastando menos exige um esforço maior, por isso, ter um registro das ações, status, responsáveis pode ser um diferencial na hora de fazer dar certo.

    NÃO BASTA APENAS PLANEJAR, VOCÊ PRECISA REGISTRAR E COLOCAR EM PRÁTICA.

    9º passo: Invista na segurança

    Um ambiente seguro para transações online é imprescindível.

    Algumas empresas oferecem serviços de proteção ao site, analisam onde sua loja está vulnerável e bloqueiam ataques.

    Isso aumenta a sensação de segurança do cliente e você tem mais chances de concretizar a venda.

    O bem-estar do consumidor é primordial na jornada de compra, e ter um ambiente seguro, com certificações de segurança gera ainda mais confiabilidade na hora da finalização.

    Cuidado com os dados fornecidos pelo cliente.

    10º passo: Site responsivo é decisivo para vender mais

    Tenha um site responsivo, funcional e com boa navegabilidade.

    Além do produto, a experiência do usuário durante a compra contribui muito para a fidelização da sua carteira de clientes.

    Procure eliminar bugs, dados de cadastro desnecessários e quaisquer outros pontos que podem dificultar o processo de compra.

    Deixe o site limpo, de fácil entendimento, bonito e, não menos importante, cheque se todos os links estão funcionando.

    11º passo: SEO (Search Engine Optimization)

    Para ser bem sucedido nos meios digitais e nas buscas orgânicas você deve ser encontrado o mais rápido possível nos sites de pesquisa.

    Neste caso, o SEO é extremamente importante, pois ele possui um conjunto de técnicas que, quando aplicadas a um conteúdo relevante, fazem com que você seja encontrado com facilidade pelo Google e outros mecanismos de busca.

    Leia mais
    26 de March de 2021

    Pesquisa aponta crescimento nos negócios de e-commerce no Brasil

    Assim como em 2020, o aumento das vendas pela internet, no Brasil, deve se manter em 2021, com perspectiva de aumento de 26%, segundo pesquisa realizada pela Ebit | Nielsen - maior plataforma de opinião de consumidores do país.  

    Baseado nesses dados, o comércio digital deve faturar R $ 110 bilhões, consolidando ainda mais os negócios realizados através das lojas virtuais e marketplaces.

    De acordo com a análise da Ebit|Nielsen, o setor vem se fortalecendo graças a quatro pontos em especial:

    • Crescimento do número de consumidores;
    • Consolidação de e-commerces locais;
    • Fortalecimento dos marketplaces;
    • Eficiência das operações online, maturidade logística do setor e eficácia operacional nas entregas.

    Vendas pela internet: consumidores "de primeira viagem"

    O estudo questionou os consumidores quanto à pretensão de continuarem as compras on-line. A resposta foi surpreendente: 95% afirmaram que sim, continuarão a realizar compras on-line!

    Esse número revela que os clientes que optaram pelas compras por meio do e-commerce pela primeira vez, aprovaram a experiência e desejam manter as compras.

    Aumento dos pedidos e do ticket médio

     A pesquisa aponta números promissores para 2021. Segundo a Ebit | Nielsen, haverá aumento de 16% nos pedidos, batendo a marca de 225 milhões em vendas pela internet.

    Além disso, o estudo aponta aumento da demanda nos seguintes segmentos, com fortalecimento em 2021: Alimentos e Bebidas; Arte e Antiguidade; Bebês e Cia.; Casa e Decoração; e Construção.

    O aumento nas vendas pela internet destes setores está relacionado à importância que os consumidores passaram a dar aos ambientes mais aconchegantes e seguros, devido ao cenário atual.

    2020 x 2021: Vendas pela internet no Brasil

    Em matéria veiculada pelo Fantástico, as vendas do e-commerce brasileiro cresceram 70% no ano passado, mesmo desconsiderando os resultados do Natal.

    De janeiro a novembro, mais de 270 milhões de pedidos se dividiram entre os milhares de lojas do Brasil. O aumento superou como mais otimistas das expectativas, consolidando de vez as vendas pela internet. Assim, estabeleceu novos hábitos no consumidor.

    Uma retomada da economia gradual, uma expectativa de aumento da taxa básica de juros e a informação mais alta impõem limitações para 2021, de acordo com a Ebit | Nielsen. Ainda assim, a projeção das vendas on-line segue forte por ser a opção mais viável e confortável no cenário atual.

    Aqui no Brasil, os números são promissores: 46% compraram mais pela internet do que em 2019 e 7% fizeram a primeira compra online! Com isso, o e-commerce brasileiro atingiu a maior marca dos últimos 20 anos - aumento de 9% em relação a 2019.

    Em relação ao estudo mundial, o cenário é o mesmo: crescimento acima da média em 2020, superando 4,28 trilhões de dólares, 27,6% de crescimento.

    Tais resultados apontam mais oportunidades para as empresas como foco na oferta de experiência de compra positiva.

    Por isso, nós da Prospecta Digital reforçamos: é fundamental que você se prepare para as vendas na internet se deseja conquistar seu cliente.

    Em 2020, o crescimento da venda pela internet foi histórico. Confira alguns dados:

    • 6.176.642 vendas realizadas em todo o país;
    • Crescimento de 205% no número de vendas, se comparados a 2019;
    • Mais de R$ 1,3 bi em vendas (aumento de R$ 846 mi comparado a 2019).

    A importância das redes sociais para o comércio eletrônico

    As Redes Sociais deixaram de ser apenas plataformas de divulgação, e passaram a funcionar como canais de vendas pela internet. Veja a comparação abaixo:

    • 34% das vendas online foram feitas pelas redes sociais;
    • 66% das vendas aconteceram fora das redes, porém, em diversos canais distintos.
    • 87% das vendas via Redes Sociais foram feitas no Instagram;
    • 13% ocorreram no Facebook.

    A era da venda mobile

    Os dispositivos móveis são os preferidos dos clientes na hora de visitar lojas virtuais, assim como na hora fechar as vendas. Os números não mentem:

    • 71% das vendas foram através de dispositivos móveis;
    • 29% das vendas foram feitas nos computadores de mesa e notebooks.

    Mais vendas, valores menores

    É preciso levar em conta que 2020 foi um ano conturbado para o bolso do consumidor.

    Em 2020, o ticket médio registrado pela Nuvemshop foi de R$ 211. Em 2019, o valor foi de R$ 225. Focando apenas nas compras mobile, a maioria, a queda foi um pouco menor, de R$ 206 para R$ 194 .

    Confira o gasto médio registrado em 2020:

    1º Eletrônicos: R$ 670 (os valores mais altos justificam a primeira posição no ranking);

    2º Músicas e filmes: R$ 330;

    3º Esportes: R$ 328 (muita gente aproveitou 2020 para montar seus treinos em casa comprando aparelhos de ginástica e itens para exercícios);

    4º Moda e Vestuário: R$ 213;

    5º Comidas e bebidas: R$ 183.

    Leia mais
    15 de March de 2021

    Pós-venda de qualidade é garantia de retorno do cliente?

    O pós-venda é uma das principais etapas no processo de vendas . Ele é realizado quando o cliente finaliza a compra.

    Seu maior objetivo é gerar satisfação e a fidelizar o cliente, aumento a possiblidade de recompra.

    Muitos vendedores encerram o contato com o cliente quando a compra é finalizada, sem reforçar o relacionamento com o mesmo.

    Para que ele venha se tornar cliente fiel são utilizadas técnicas para construir e manter um relacionamento.

    Porém, o pós-venda é muito vago, desconhece q ue seu processo é essencial para garantir o retorno do cliente.

    Por isso, preparamos esse post para você entender como o pós-venda é certeiro para o retorno do cliente.

    O que é o pós-venda

    O pós-venda é uma estratégia que possui ações realizadas para determinar atendimento de excelência, mesmo após o negócio fechado.

    Vale ressaltar, que esse processo é composto por seus dois pilares determinantes: a fidelização e satisfação do cliente.
    Afinal, nada melhor do que já ter seus clientes pontuais que te ajudar a divulgar sua marca, não é mesmo?

    Mas, também, não podemos deixar de falar que apenas focar no pós-venda para fazer a importância de atrair novos clientes!

    Contudo, é um erro crucial focar apenas em atrair pessoas e depois esquecer de manter contato.
    De erros assim o mercado está cheio, temos certeza que você não gostaria de ser mais um.

    O que você precisa ter em mente é: O entusiasmo utilizado para iniciar a compra e atrair o cliente, precisa ser mantido mesmo com a finalização do negócio.

    Como o pós-venda é essencial

    Pesquisa feita sobre a importância da retenção, divulgou que o valor de aquisição pode custar 7x mais .

    Além disso, o ter um aumento de 5% na retenção de clientes pode aumentar os lucros em 25% a 125%.

    Se você está se perguntando o motivo dos "7x mais" citado acima, calma que vamos explicar.

    Provavelmente, se você está indo atrás de novos clientes, talvez eles nunca tenham ouvido falar de sua marca e não saibam quais são as vantagens de adquirir seu produto.

    Então, para fazer sua marca ser vista e, principalmente, despertar interesse no consumidor, o gasto vai ser maior. Como por exemplo, é necessário investir em campanhas de marketing, assim, uma chance de alcançar pessoas são maiores.

    Mas, se você tiver um pós-venda de qualidade, com certeza terá clientes fidelizados, o que ajuda a atrair novos consumidores.

    Estudo que comprova isso é o da consultoria norte-americana Gartner Group: 80% das receitas de uma empresa abastecida de 20% dos seus clientes.

    Quando o cliente está satisfeito com uma marca, ele vai ser o principal responsável pelo que chamamos de marketing boca a boca. Vai fazer questão de indicar para amigos, familiares.

    Então, o cliente que confia em sua marca vai fazer questão de indicar até para pessoas desconhecidas.

    Pós-venda gera uma imagem positiva

    Quantas vezes já não vimos várias pessoas falando mal de uma marca nos maiores meios de comunicação, relatando a péssima experiência que tiveram. Será que você gostaria de ser o próximo? Bom, temos certeza que não!

    Porém, agradar 100% das pessoas é impossível, mas é melhor ter um pós-venda garantido.

    O processo possibilita feedbacks e, assim, ficará mais fácil saber onde está acertando e errando. Pode ter certeza que nada melhor para um consumidor ter visão que a empresa se importa.

    Como dissemos no tópico anterior, se o cliente teve uma boa experiência, ele vai fazer questão de indicar para várias pessoas e com certeza comentar coisas positivas em seu perfil nas redes sociais.

    Aos novos clientes, ver esse tipo de comentário positivo facilita muito na hora da decisão de compra.

    Conclusão

    Depois dessas dicas de ouro, temos certeza que o pós-venda vai começar a fazer parte da sua jornada de compra.

    Uma premissa que se aplica muito bem no ramo de vendas é: “quem não dá assistência, perde a preferência”.

    Então, coma a colocar em prática ainda hoje o pós-venda, e claro que para te ajuda a montar esse processo temos um artigo que vai te ajudar muito bem nessa jornada, que tal dar uma lida? CLIQUE AQUI!!!

    Leia mais
    15 de March de 2021

    VENDER PELO WHATSAPP: 8 DICAS QUE PODEM TE AJUDAR NESSE PROCESSO

    Atualmente, o WhatsApp é um dos aplicativos de comunicação mais utilizados no Brasil. E, com o passar do tempo, passou a se tornar uma das principais formas de vendas, ou seja, muitas empresas e pessoas começaram a vender pelo WhatsApp.

    Diariamente, 97% das pessoas utilizam o WhatsApp como meio de comunicação, e 80% das empresas, também, já estão por dentro dessa plataforma.

    Muitos têm a ideia que essa plataforma de comunicação não passa de uma ferramenta utilizada para bate-papo entre amigos, mas, não é apenas isso, ela tem um enorme poder na hora da venda.

    Continue lendo esse post para saber mais sobre o assunto e os benefícios de vender pelo WhatsApp!

    Vender pelo WhatsApp

    Por que vender pelo WhatsApp?

    O WhatsApp é uma das melhores ferramentas para o aumento das vendas, sendo um dos principais motivos a facilidade na comunicação entre vendedor e cliente, dessa forma, o contato se torna mais pessoal, estabelecendo um relacionamento. Além de ser algo mais prático, afinal, as trocas de mensagens se tornam instantâneas, que vendedor não gosta disso?

    Vale ressaltar que ele pode ajudar em, praticamente, todos os estágios da compra, pois o vendedor se coloca à disposição do cliente para esclarecer todas as suas dúvidas, realizar chamada de voz e até mesmo de vídeo, se necessário, e fazer negociações.

    Vendas para B2B e B2C

    É importante, antes da venda, avaliar qual tipo de consumidor está tentando contatar, B2B ou B2C, com cautela, porque muitas pessoas ainda não veem o WhatsApp como um meio de negociação.

    A plataforma é utilizada, normalmente, nas realizações de vendas B2C, isso porque as vendas são feitas em contato direto com a pessoa física. Mas, o canal pode ser explorado, também, quando se trata da venda em B2B, o que muitas vezes impedem de serem contatados é por se caracterizarem em ter negociações mais complexas e ciclos de vendas mais longos.

    O que precisa ter em mente é que existem diferentes tipos de consumidores, e ao entrar em contato é necessário ser avaliado qual tipo de abordagem será feita, aliás estamos falamos de persona diferentes, a estratégia que é usada em B2C não será a mesma que que será utilizada em B2B.

    Como vender para B2B

    O público alvo são as empresas, dessa forma, as vendas feitas são de empresas para outras empresas.  

    Para esse tipo de consumidor, as vendas são mais segmentadas, focadas nas necessidades e desejos do cliente. Mostre toda a estrutura que a empresa oferece para atendê-los em um longo período de tempo, empresas gostam de soluções duradouras. E como já dito, as negociações podem durar mais tempo por serem mais complexas.

    Como vender para B2C

    A venda é realizada em contato direto com a pessoa física, assim, sua estratégia é voltada para atrair várias pessoas, mas, o perfil de cada uma muda constantemente.

    Por isso, nesse tipo de venda, a interação com o consumidor é uma das maneiras de personalizar seu atendimento, entendendo particularmente cada dor que ele tem.

    Esse consumidor é interessado no preço e qualidade, então envie campanhas e avise sobre descontos, isso faz com que ele se atraia mais facilmente

    Como vender pelo WhatsApp

    Grande parte dos empreendedores têm dificuldade em começar a vender pelo WhatsApp, pelo simples fato de não conseguirem administrar o profissional com o pessoal, assim, dificultando os atendimentos que precisam ser feitos.

    Por esse motivo, separamos algumas dicas de ouro para conseguir administrar sua conta!

    Vender pelo WhatsApp: Use WhatsApp Business

    Para não misturar o pessoal com o profissional, a solução é instalar o WhatsApp Business, que foi feito especialmente para empresas, pequenas, grandes ou médias.

    A versão para negócios possui diversos recursos que facilitam e ajudam no dia a dia de cada empresa.

    • Mensagens pré-prontas que são ativadas com um comando;
    • Criação de etiquetas para os contatos, que ajudam a marcar cada cliente de acordo com determinada classificação, por exemplo: jornada de compra;
    • Informações das mensagens enviadas, como: lidas, entregues e enviadas;
    • Verificação de métricas que ajudam a analisar o alcance do negócio e ajudam a verificar quais estratégias deram certo.

    1-    Listas de transmissão

    Vamos pensar em uma situação, sabe quando você quer mandar uma mesma mensagem mas para pessoas diferentes? A primeira opção que muitos recorrem é a criação de grupos, certo? Mas você acha uma boa ideia colocar todos seus clientes em um grupo e permitir que cada um veja a reação que os outros têm sobre sua mensagem? 

    Com isso, a criação de grupos para WhatsApp Business, não é uma boa ideia! Os grupos podem ser incômodos para muitas pessoas. Além disso, abre a oportunidade dos seus clientes fazerem reclamações ao público.

    Então é melhor tratá-los de forma individual, não acha? Por isso as listas de transmissão são uma boa, assim, uma mesma mensagem é enviada para diversas pessoas de forma individual.

    2-    Estágio do funil

    Para quem está começando a criação da lista de transmissão, uma boa é criar de acordo com seu funil de vendas, aliás, cada contato estará em etapas diferentes.

    A mensagem enviada para alguém que já é fundo de funil se preparando para a venda não pode ser a mesma enviada a alguém que é topo de funil e está sendo nutrido, por isso, separá-los é uma boa.

    Portanto, para se preparar e organizar melhor, crie um cronograma com o que será enviado para os contatos de topo, meio e fundo de funil, pense, também, quando e como abordar cada um deles.

    Outra dica é fazer listas de acordo com o interesse do prospect, criando listas de transmissão de acordo com cada categoria de produto que sua empresa trabalhar, desse modo, as dores do prospect são centralizadas. 

    3-    Promoções e descontos para os prospects

    Já que o WhatsApp está sendo usado para vendas, porque não aproveitar ele e usá-lo para fazer seu marketing digital?  Sabe as campanhas de e-mail marketing que são feitas? Então! Aproveite a estratégia e utilize no WhatsApp. Porém, vale lembrar que são duas plataformas diferentes, então vão ter suas limitações.

    Quando vamos fazer um e-mail marketing, sempre utilizamos técnicas de atração e gatilhos mentais, o que pode ser feito, também, pela ferramenta de comunicação. Assim, o prospect é atraído com mais facilidade, percorrendo, então, seu funil de vendas.

    Além disso, pode ser enviado campanhas promocionais, avisos de eventos que podem ser do interesse do prospect, lembrando que tudo que for enviado precisa ser analisado para que tipo de prospect está sendo encaminhado.

    4-    Crie mensagens automáticas

    Para facilitar seus bate-papos com os clientes, é possível fazer a criação de mensagens automáticas. Você pode cadastrar até 3 tipos de mensagens.

    • Mensagem de saudação: Dar boas-vindas ao cliente;
    • Mensagem de ausência: Quando não estiver disponível naquele momento para atender seu cliente;
    • Respostas rápidas: Selecione as dúvidas que você mais recebe de clientes e crie respostas automáticas para elas.

    5-    Utilize número profissional

    Se um dos motivos para o WhatsApp Business ser utilizado é a separação da vida profissional com a pessoal, então o número que for usado nessa ferramenta precisa ser de uso exclusivo comercial.

    Dessa forma, passa uma postura bem vista para os clientes, além de ter controle sobre seu horário de trabalho, não recebendo mensagens nem ligações depois de seu horário e em dias de folga.

    6-    Divulgue seu canal de vendas

    Seus contatos de novos prospect não devem ser limitados pelos já existentes. É preciso divulgar seu número comercial, para alcançar um maior reconhecimento.

    Você pode divulgá-los por meio de e-mail marketing, em campanhas feitas em redes sociais, hoje em dia, todos se encontram online, seja em instagram, facebook ou linkedin.

    Outro meio utilizado para a divulgação da sua conta comercial é por meio do seu site ou landing page, coloque seu telefone comercial como contato, a forma mais indicada é utilizar o símbolo do WhatsApp com um link, já direcionando a pessoa em uma conversa.

    7-    Crie link do seu WhatsApp

    Já te mandaram algum link de WhatsApp que ao clicar caia direto em uma conversa com alguma pessoa, ou em grupos? Pois é, utilizar esses links atraem mais prospects interessados em seu negócio.

    Criar um link é a forma mais atrativa de as pessoas entrarem em contato com você ou seu time de vendas, o contato estará sendo mais rápido e prático.

    Se colocar do lado do consumidor é essencial, se você vê uma campanha com o número do WhatsApp nela, você não preferiria já ter o link para cair na conversa direto do que adicionar na sua agenda? As pessoas, hoje em dia, gostam de praticidade.

    8-    Peça autorização

    Não podemos esquecer que antes de adicionarmos o cliente em uma lista de transmissão, enviarmos campanhas, alertas, entre outros, é necessário ter a autorização para não ser inconveniente.

    vender pelo whatsapp

    Script de como vender pelo WhatsApp

    Já ouviu falar de Script de vendas? É um guia que possui sequências de etapas a serem executadas no processo de vendas – para entender melhor é só clicar aqui para saber mais sobre esse assunto.

    Se o intuito é vender pelo WhatsApp, o script de vendas entra como parte desse processo. Por isso, selecionamos alguns passos para te ajudar nesse momento.

    1-    Se apresente

    Comece o contato se apresentando, falando mais sobre sua empresa e como você pode ter a solução para os problemas que o prospect tem, mas, é importante que antes de entrar em contato você já tenha pesquisado sobre ele e entenda quais são suas dores. Uma dica é finalizar com alguma pergunta, para causar curiosidade.

    2-    Entenda o cliente

    Entenda mais sobre o cliente que está conversando, faça perguntas que por meio das respostas você entenda melhor seu prospect e suas dores e mostre a ele que você tem a solução ideal que ele precisa ou procura.

    3-    Marque uma reunião.

    Se o papo foi bom, e você sentiu o prospect interessado, tente marcar uma reunião para conversarem com mais tempo e mostre suas melhores propostas.

    Lembre-se do pós-venda

    O seu contato com o cliente não pode acabar logo que a venda é realizada, procure sempre manter contato.

    Esse contato pós-venda, mostra que você está preocupado com o cliente, peça feedback sobre seu produto ou serviço, pergunte o que ele está achando, mantenha-o ativo para que quando precise de outras coisas, venha você em mente.

    Falamos isso em um post nosso, que tal dar uma passadinha por lá? Vem entender melhor sobre o pós-venda.

    Um incrível aliado

    O que é melhor do que utilizar um aplicativo, que é usado por diversas pessoas a seu favor para aumentar suas vendas?

    Te contamos melhor sobre como vender pelo WhatsApp e temos certeza que já é um ponto de partida para você dar início nesse novo projeto.

    Dicas para você começar não falta! Só precisa achar o que se encaixa melhor para sua empresa e fazer disso uma boa estratégia para aumentar suas vendas.

    O WhatsApp já se mostrou um incrível aliado para você, comece hoje suas vendas por meio dessa ferramenta! 

    vender pelo whatsapp
    Leia mais
    17 de February de 2021
    (17) 3301-0797
    contato@prospecta.digital
    São José do Rio Preto – SP
    R. Osvaldo Meucci, 315 – Pq. Quinta das Paineiras
    selo
    Prospecta Digital © Copyright 2021 – Todos os Direitos Reservados.
    Prospecta Digital © Copyright 2021 – Todos os Direitos Reservados.
    linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram